Use of Cookies
we use cookies to turn better your experience. Legal warning.
Accept
X
site_edcc28ae-def7-43d7-aac3-8ba9421c3f5a.jpg
O RGPD
site_tania.png
Tânia Oliveira
25/05/2018
Partilhar
O RGPD vem estabelecer uma série de obrigações relativamente à proteção dos dados que são fornecidos.

De uma forma geral, vem reforçar os direitos dos indivíduos relativamente ao tratamento que é feito desses dados. 
Consideram-se dados pessoais todas as informações relativas à identificação do seu titular ou que possam levar à sua identificação de forma direta ou indireta, como por exemplo um nome, um número de identificação, dados de localização, identificadores por via eletrónica ou a um ou mais elementos específicos da identidade física, fisiológica, genética, mental, económica, cultural, religiosa ou social.

O RGPD vem estabelecer uma série de obrigações relativamente à proteção dos dados que são fornecidos, reforçando os direitos dos indivíduos relativamente ao tratamento que é feito desses dados. 

O RGPD é positivo, pois garante que os direitos dos indivíduos são respeitados. Com os seus direitos respeitados,  a confiança do consumidor aumenta e com a relação certa, um cliente que confia torna-se regular. Neste novo padrão de confiança, onde tudo é mais transparente, torna-se essencial que pontue na relação que tem com o seu cliente para que fique ainda mais estreita:

 - Fale com quem o quer ouvir

- Apresente campanhas a quem quer as quer receber

Para isso, tome as medidas certas e garanta que todos os seus clientes dão o seu consentimento nesse sentido.

Por isso, aqui ficam os pontos essenciais para esse consentimento.

  1. O consentimento tem de ser dado de livre e espontânea vontade.
  2. O consentimento deve ser conciso e simples de ler.
  3. A linguagem usada deve ser de interpretação por qualquer indivíduo.
  4. Deve ser pedido um consentimento para cada objetivo a dar aos dados.
  5. O consentimento deve ser informado.

Requisitos mínimos para um consentimento ser considerado informado segundo o RGPD:

Ter a Identidade do controlador dos dados, neste caso a vossa identificação

Qual o Objectivo/Objectivos dos tratamentos a ser efetuados

Qual o Tipo de Dados que serão recolhidos e usados

Informar que o indivíduo tem o direito a retirar o consentimento

Informar do uso dos dados para tomada automática de decisõescomo o “profiling”, por exemplo a segmentação das comunicações.

  1. Informar os Indivíduos dos seus direitos: direito ao esquecimento, direito a retirar o consentimento, direito à portabilidade, direito ao acesso e correção dos dados.
  2.  O consentimento terá de ser positivo, ou seja, o individuo tem de pró ativamente dizer que aceita o consentimento.
  3. O consentimento para o “profilling” terá de ser explicito, ou seja, não pode estar misturado com os outros consentimentos.
  4. Informar durante quanto tempo se mantêm os dados dos indivíduos.

 

Na nossa plataforma, disponibilizamos todas as áreas essenciais para garantir a conformidade da sua empresa com o RGPD, a nível dos seus processos de fidelização e marketing.

Pretendemos com estas informações propagar a aplicação do RGPD, para estar em conformidade com a lei, e assim , potenciar a confiança que deposita em nós e que os seus clientes esperam de si, em total transparência.

 

Links úteis:

http://ec.europa.eu/justice/smedataprotect/index_pt.htm

684 Visualizações /coracao.png
Partilhar


Mais Artigos
'O YClient no Web Summit'
ver mais >
'Dicas para manter os e-mails relevantes durante (e depois) COVID'
ver mais >
'Testar, Medir, Medir, Medir.'
ver mais >